Padre Romes.jpg

Biografia

Pe. Manoel Romes da Silva

Tudo fazer em nome do Senhor Jesus (Col 3,17)

 

    Pe. Manoel Romes da Silva nasceu em 20 de abril de 1969. Filho de José Ignácio da Silva e Divina Maria da Silva é o 4º filho de uma prole de 6 irmãos. Nasceu na região de São José da Antinha, distrito de Perdizes/MG na fazenda Bom Sucesso numa família profundamente religiosa e tradicionalmente católica. No dia 04 de maio deste mesmo ano recebeu o sacramento do batismo das mãos de Pe. Onofre Cândido Rosa, S.D.B. (futuro bispo coadjutor da diocese de Uberlândia, posteriormente bispo de Corumbá e bispo emérito da diocese de Jardim MS) na Igreja Matriz de São Domingos de Gusmão em Araxá/MG.
    Passou a primeira infância na fazenda de propriedade da família, vivendo a experiência da religiosidade popular com as folias de Reis e os terços cantados.
   Com seis anos de idade a mãe mudou-se para Araxá/MG com todos os irmãos para que pudessem estudar. Mesmo ela não tendo nenhum grau de instrução, já que frequentou a escola por poucos meses, tempo suficiente apenas para aprender a ler e escrever; intuiu a necessidade de estudo para os filhos. Enquanto isso, o pai, um homem justo, simples, alegre e fiel permaneceu ainda por cerca de dois anos na fazenda, antes de também se mudar para a cidade.
Pe. Manoel, sempre muito tímido, evitava as pessoas, porém na escola começou a fazer as primeiras amizades.
  Começou a participar com outras crianças de um coral infantil fundado por Josué, um senhor beato muito religioso, vizinho e amigo da família e que frequentava a Capela de São Geraldo Magela no bairro com o mesmo nome. Vestidos com túnicas coloridas e pandeirinhos nas mãos, este coral apresentava-se cantando músicas religiosas populares nas casas das famílias por toda a cidade. 
Participava das missas e das festas na capela de São Geraldo Magela onde fez a Primeira Comunhão. 
   De 1975 a 1978 fez o ensino primário na Escola Estadual Armando Santos, em Araxá/MG.
    Uma lembrança que marcou este tempo foi quando aconteceu a profanação do Santíssimo Sacramento na capela de São Geraldo à qual frequentava. Chegando ali na capela, viu as imagens sagradas do padroeiro e dos outros santos de devoção da comunidade quebradas e os pedaços espalhados pelo presbitério e pela nave da igreja. Algumas das imagens que não foram totalmente destruídas estavam colocadas nos primeiros bancos da Igreja. O sacrário havia sido violado e hóstias estavam espalhadas sobre o altar. Dias depois, participou com mãe do ato em desagravo ao Santíssimo Sacramento, com celebrações, orações e procissões.
De 1979 a 1983 concluiu o ensino fundamental na Escola Estadual Maria de Magalhães, em Araxá/MG. 
    No ano de 1984 começou a estudar no ensino médio, o antigo curso científico na Escola Estadual Dom José Gaspar, mas sem projeto definido para a sua vida, indeciso, interrompeu os estudos.
De 1984 a 1987 frequentou pouco a Igreja, mas continuava participando de terços e festas religiosas.
    Em 1987, com a intenção de ser aviador, alistou-se para fazer o serviço militar obrigatório na aeronáutica na capital Federal, Brasília /DF. Após o alistamento em fevereiro de 1989, conheceu e começou a frequentar o grupo de jovens da paróquia de São Domingos de Gusmão em Araxá/MG e desistiu do projeto de ser aviador.
    Em 1989 recomeçou os estudos no curso técnico em Química e novamente desistiu.
   No início do ano de 1989, Gerardo Melo teve a inspiração de convidar os jovens que coordenavam aquele grupo e outros que eram mais assíduos às reuniões, para fundarem a Comunidade Rhema. Iniciando com reuniões semanais sob a coordenação de Gerardo Melo e a criação de uma regra de vida. Após um período de experiência, os que se sentiram chamados, fizeram a consagração por um ano, a qual a partir de então, é renovada anualmente.
A partir desse momento não parou mais de estudar e conhecer os fundamentos da sua fé.
    Desde este primeiro momento foi questionado por Gerardo Melo a respeito da vocação ao celibato e ao sacerdócio, por meio da palavra do profeta Isaias 54,1 “Dá gritos de alegria, estéril, tu que não tens filhos...”. Questionando superficialmente a possibilidade do seu chamado a vida consagrada, não assumiu naquele momento o seu chamado.
    Nos próximos anos participou de experiências de oração, estudos bíblicos e aprofundamentos de oração na cidade e na região e de todas as atividades que a Comunidade Rhema organizava.
Teve o seu pentecostes pessoal no dia 08 de abril de 1989 e iniciou o seu processo de conversão.
    Em 1990 retomou os seus estudos no curso técnico em química e concluiu em 1993.
   Começou a exercer o ministério de pregação nas reuniões do grupo de jovens e encontros de formação na cidade de Araxá e em cidades da região.
Neste período trabalhou no comércio de Araxá até o mês novembro de 1995, quando saiu para fazer a experiência de Comunidade de Vida.
   Recebeu o sacramento da Crisma no dia 29 de novembro de 1992 na Igreja Matriz de São Domingos de Gusmão em AraxáMG, das mãos de Dom João Bosco Oliver de Faria, bispo de Patos de Minas/MG.
   A partir do ano de 1994, já questionando mais seriamente a sua vocação, participou de vários encontros vocacionais em diversos institutos religiosos.
   No dia 12 de outubro de 1995, fez uma reunião com Gerardo Melo e outros jovens na qual decidiram iniciar uma experiência de comunidade de vida a partir do próximo ano. A experiência começou após a permissão do então bispo diocesano Dom João Bosco Oliver de Faria.
    No dia 14 de julho 1999, faleceu o seu pai José Ignácio da Silva.
Durante os anos de 2001 a 2003, cursou filosofia no Instituto de Filosofia João Paulo II, em Uberlândia/MG.
Em 22 de janeiro de 2004, faleceu o seu irmão José Antônio da Silva.
  De 2004 a 2007, cursou teologia no Seminário São José em Uberaba/MG.
   Dia 08 de fevereiro de 2008, recebeu a ordenação diaconal na paróquia Sagrada Família Araxá/MG e no dia 29 novembro ordenação presbiteral no Santuário de Nossa Senhora da Abadia em Uberaba/MG; ambas das mãos de Dom Aloisio Roque Oppermann, SCJ.
  Hoje, além de moderador geral da Comunidade Rhema, pe. Manoel Romes exerce a função de pároco na paróquia de São Sebastião na cidade de Pedrinópolis/MG, assessor das Novas Comunidades da Arquidiocese de Uberaba e diretor espiritual do seminário arquidiocesano São José e Nossa Senhora da Abadia em Belo Horizonte. 

©2023 por DaTerra. Orgulhosamente criado com Wix.com